sexta-feira, 30 de junho de 2017

Grátis: Favela Mundo oferece 1.200 vagas em oficinas de capacitação profissional, em quatro favelas do RJ

Projetos são voltados pra crianças e adolescentes da Cidade de Deus e Tomás Coelho e jovens e adultos na Rocinha e Piedade

Cursos preparam para o mercado do carnaval, artes e estética. Foto: Divulgação

Rio de Janeiro, RJ. Durante os meses de julho e agosto, a ONG Favela Mundo desembarcará simultaneamente em quatro comunidades: Rocinha, Piedade, Cidade de Deus e Tomás Coelho. Nas duas primeiras serão ofertadas oficinas de capacitação profissional para jovens e adultos, através do Projeto A Arte Gerando Renda. Os cursos são voltados para o carnaval, artes cênicas e estética, com aulas de artesanato, decoração de unhas, fantasias e adereços, grafite, maquiagem artística, maquiagem social, turbantes e tranças afro.

Foto: Cacau Fernandes
Já na Cidade de Deus e em Tomás Coelho serão desenvolvidas atividades para os pequenos, do Projeto Favela Mundo – homônimo a ONG – com aulas de danças brasileiras, hip hop, jazz, teatro, canto e violão. Os projetos são patrocinados pela Prefeitura do Rio e Secretaria Municipal de Cultura, LAMSA, MetrôRio  e contam com apoio do Instituto Invepar. As inscrições começam na próxima segunda-feira, dia 3 de julho. As aulas do Arte Gerando Renda começam no dia 30 de julho. As oficinas do Favela Mundo iniciam em 1º  de agosto .

Foto: Illan Pellenberg
Estamos muito contentes com o resultado obtido no Engenho da Rainha nos últimos meses onde 317 crianças e adolescentes ocuparam 777 vagas em seis oficinas artísticas e capacitamos 60 adultos com cursos de maquiagem e decoração de unhas. A maioria dos alunos fez dois ou mais cursos”, enumera Marcelo Andriotti, fundador da ONG. E complementa: “O Favela Mundo é um projeto itinerante. Passamos normalmente um ano em cada comunidade, desenvolvendo a cidadania através da cultura, desenvolvendo as potencialidades dos alunos, apresentando um mundo cheio de possibilidades, além de estimularmos a continuidade dos estudos. 

Foto: Divulgação
"Optamos pela itinerância justamente para atingirmos cada vez mais crianças e jovens e realmente democratizar a cultura nas comunidades. O projeto planta a semente, mostra às famílias que é possível um desenvolvimento saudável e que todos tem direito aos bens culturais e a educação de qualidade”, finaliza Andriotti. Os números são expressivos: em sete anos, foram mais de 4 mil alunos provenientes de 125 favelas e bairros do Rio e  da Baixada.

Para se inscrever é necessário levar:

Crianças e adolescentes: certidão de nascimento, comprovantes de frequência escolar e de residência, além de identidade e CPF dos responsáveis.

Jovens e adultos: identidade, CPF e comprovante de residência.

Endereços:

Cidade de Deus - Escola Municipal Senhora Perciliana de Alvarenga (Rua Moisés, s/n).

Tomás Coelho – Escola Municipal Maria Mazzetti (Av. Pastor Martin Luther King Jr 4676).

Rocinha - ­ Av. Niemeyer 776/ 8 andar - CRAS Rinaldo de Lamare.

Piedade - Rua Torres de Oliveira 436 - Várzea Country Clube.

Informações: 21 2236-4129 ou www.favelamundo.org.br

Fonte: Agência Is