Pular para o conteúdo principal

Grátis: Favela Mundo oferece 1.200 vagas em oficinas de capacitação profissional, em quatro favelas do RJ

Projetos são voltados pra crianças e adolescentes da Cidade de Deus e Tomás Coelho e jovens e adultos na Rocinha e Piedade

Cursos preparam para o mercado do carnaval, artes e estética. Foto: Divulgação

Rio de Janeiro, RJ. Durante os meses de julho e agosto, a ONG Favela Mundo desembarcará simultaneamente em quatro comunidades: Rocinha, Piedade, Cidade de Deus e Tomás Coelho. Nas duas primeiras serão ofertadas oficinas de capacitação profissional para jovens e adultos, através do Projeto A Arte Gerando Renda. Os cursos são voltados para o carnaval, artes cênicas e estética, com aulas de artesanato, decoração de unhas, fantasias e adereços, grafite, maquiagem artística, maquiagem social, turbantes e tranças afro.

Foto: Cacau Fernandes
Já na Cidade de Deus e em Tomás Coelho serão desenvolvidas atividades para os pequenos, do Projeto Favela Mundo – homônimo a ONG – com aulas de danças brasileiras, hip hop, jazz, teatro, canto e violão. Os projetos são patrocinados pela Prefeitura do Rio e Secretaria Municipal de Cultura, LAMSA, MetrôRio  e contam com apoio do Instituto Invepar. As inscrições começam na próxima segunda-feira, dia 3 de julho. As aulas do Arte Gerando Renda começam no dia 30 de julho. As oficinas do Favela Mundo iniciam em 1º  de agosto .

Foto: Illan Pellenberg
Estamos muito contentes com o resultado obtido no Engenho da Rainha nos últimos meses onde 317 crianças e adolescentes ocuparam 777 vagas em seis oficinas artísticas e capacitamos 60 adultos com cursos de maquiagem e decoração de unhas. A maioria dos alunos fez dois ou mais cursos”, enumera Marcelo Andriotti, fundador da ONG. E complementa: “O Favela Mundo é um projeto itinerante. Passamos normalmente um ano em cada comunidade, desenvolvendo a cidadania através da cultura, desenvolvendo as potencialidades dos alunos, apresentando um mundo cheio de possibilidades, além de estimularmos a continuidade dos estudos. 

Foto: Divulgação
"Optamos pela itinerância justamente para atingirmos cada vez mais crianças e jovens e realmente democratizar a cultura nas comunidades. O projeto planta a semente, mostra às famílias que é possível um desenvolvimento saudável e que todos tem direito aos bens culturais e a educação de qualidade”, finaliza Andriotti. Os números são expressivos: em sete anos, foram mais de 4 mil alunos provenientes de 125 favelas e bairros do Rio e  da Baixada.

Para se inscrever é necessário levar:

Crianças e adolescentes: certidão de nascimento, comprovantes de frequência escolar e de residência, além de identidade e CPF dos responsáveis.

Jovens e adultos: identidade, CPF e comprovante de residência.

Endereços:

Cidade de Deus - Escola Municipal Senhora Perciliana de Alvarenga (Rua Moisés, s/n).

Tomás Coelho – Escola Municipal Maria Mazzetti (Av. Pastor Martin Luther King Jr 4676).

Rocinha - ­ Av. Niemeyer 776/ 8 andar - CRAS Rinaldo de Lamare.

Piedade - Rua Torres de Oliveira 436 - Várzea Country Clube.

Informações: 21 2236-4129 ou www.favelamundo.org.br

Fonte: Agência Is

Postagens mais visitadas deste blog

Combata os males do século com os benefícios da homeopatia

Depressão, ansiedade, angústia e fobias podem ser tratadas com esta terapia que equilibra o corpo e a alma

Vivemos em um mundo onde tudo é “para ontem” e temos de nos desdobrar para darmos conta de todos os afazeres diários. E quando se trata das mulheres, em que a jornada de trabalho é dupla (ou tripla), não há como manter uma rotina equilibrada e com qualidade de vida. Assim, há quem recorra às terapias tradicionais, onde psicólogos e psiquiatras dão diretrizes e medicamentos para conter os malefícios deste cotidiano turbulento. Porém, e quem rejeita esta solução?

A homeopatia é uma das saídas para diversas situações. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) mostram que o Brasil é o país com mais pessoas depressivas na América Latina, em torno de 5,8% da população. Este número comprova que 11,5 mil brasileiros sofrem desta doença. E assim como a depressão, Eliete M. M. Fagundes, coordenadora do curso tradicional de Formação em Ciência da Homeopatia do Instituto Tecnológico Hahne…

Doutores de Esperança recebem novos voluntários em Volta Redonda, na região Sul Fluminense

Volta Redonda, RJ. O grupo de humanização hospitalar "Viver de Rir - Doutores de Esperança", projeto da ADRA (Agência Adventista de Desenvolvimento e Recursos Assistenciais), promoveu na noite do último sábado uma cerimônia de formatura para os 100 voluntários da 6ª turma. O encontro aconteceu na Igreja Adventista do Sétimo Dia, em Volta Redonda. O projeto, que começou com dois trios de voluntários, hoje reúne mais de 150 pessoas. 
Treinos intensos, palestra sobre ética no voluntariado, capacitações diversas sobre conduta hospitalar e biosegurança, iniciação a palhaçaria, personagem, make up e figurino, visitas em hospitais e asilos. Para ser um voluntário do grupo, é preciso ter muita força de vontade e amor ao próximo, pois os trabalhos são realizados aos sábados e domingos. Os Doutores de Esperança já estão conhecidos na região Sul Fluminense por "especialistas em despertar sorrisos e emoções", além de colaborarem na recuperação dos pacientes.
O mais novo integr…

RJ: Spazziano promove jantar sensorial vegano no Dia dos Namorados, em Ipanema (12/06)

A descoberta de sabores e sentidos será a tônica do jantar do Dia dos Namorados no Spazziano, o braço gastronômico do Spa Maria Bonita, em Ipanema. A ideia é reforçar os laços de confiança entre o casal e a ampliação dos sentidos além da visão. A chef e modelo Yasmin Lourenço assina o cardápio ao lado da designer de experiências Aline Satyan que conduzirá a atividade. A experiência sensorial com entrada, prato principal, sobremesa e bebida não alcoólica vai durar uma hora e meia e será restrita a 20 participantes por turno: um das 19 às 20h30, outro das 21h30 às 23h.

A dinâmica começa com um dos integrantes do casal decidindo qual deles será vendado pelo outro na entrada e conduzido para dentro do restaurante. Depois o que está sem a venda também terá os olhos cobertos e o jantar começará a ser servido. Os alimentos serão comidos com as mãos e tudo será vegano. Entre um prato e outro, haverá um recipiente com água de lavanda nas mesas para que os participantes possam lavar os dedos. …